top of page

Dores nos ombros podem ser reflexo de contratura muscular

Estresse, má postura e sedentarismo são fatores de risco






As dores nos ombros e pescoço podem estar relacionadas a contratura de grupos musculares que fazem parte da escápula, osso que juntamente com a clavícula une os braços ao tronco. O músculo mais conhecido é o trapézio.


Segundo a fisioterapeuta Walkíria Brunetti, especialista em Dores Crônicas e Saúde Postural, os músculos são estruturas que têm como característica a contração e o relaxamento. Contudo, devido a certos fatores, alguns músculos da região da parte de trás dos ombros não relaxam e ficam sempre contraídos.


“Esta contratura muscular persistente cria pontos dolorosos que podem ser apalpados durante a avaliação do paciente. Estes pontos são extremamente sensíveis ao toque. O nome deste conjunto de sintomas é síndrome dolorosa miofascial ou, simplesmente, dor miofascial, cuja principal característica é a formação dos pontos dolorosos palpáveis ao exame”, comenta Walkíria.


Entre os principais fatores de risco estão o estresse, sedentarismo, má postura, esforço repetitivo, traumas, lesões e excessos em esportes e atividades físicas.


A origem está na fáscia


O termo miofascial se refere à fáscia, tecido que funciona como uma segunda pele e cobre todo o sistema musculoesquelético. A fáscia pode ser comparada à película da laranja, que segura os gomos todos unidos. Ela é elástica e por isso se adapta à tensão causada pelos movimentos do dia a dia.


“Por outro lado, a fáscia contém fibras nervosas e neurônios. Por este motivo, quando inflamada ou lesionado causa quadros de dor importantes. Quando a dor muscular está ligada à problemas na fáscia, um dos tratamentos mais usados hoje para dores musculares associadas à fáscia é a Manipulação Fascial”, ressalta Walkíria.


Terapia manual


“O fisioterapeuta usa as mãos para liberar os pontos dolorosos. A manipulação é feita nos pontos de encontro dos músculos, chamados de centros de coordenação. O tratamento também pode envolver a acupuntura e aparelhos para reduzir a inflamação e a dor, como laser e ultrassom”, finaliza Walkíria.


Mudança de hábitos é fundamental


A manipulação miofascial controla a dor e a inflamação. Contudo, é preciso identificar as causas destas contraturas para prevenir novos episódios. Alguns comportamentos e hábitos podem ajudar, como:


· Gerenciar o estresse por meio de estratégias como atividade física, relaxamento, meditação etc.

· Praticar atividades físicas com regularidade

· Corrigir a postura – com Pilates e Reeducação Postural Global (RPG)

· Evitar esforço repetitivo

· Avaliar a ergonomia na hora de usar computadores e outros dispositivos eletrônicos



Kommentare


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page