5 benefícios do Pilates para gestantes


A gravidez é um momento mágico para a mulher, não há como negar. Porém, para algumas a gravidez pode vir acompanhada de alguns desconfortos, como dores nas costas, ganho de peso e inchaços, especialmente nas pernas. Hoje, algumas atividades físicas podem ajudar a mulher a enfrentar os desafios da gravidez, como o Pilates.

Segundo a fisioterapeuta e especialista em Pilates, Walkiria Brunetti, o Pilates ajuda no fortalecimento da musculatura do core, que dá estabilidade para a área pélvica e para a coluna. Além disso, melhora a respiração. Todos esses aspectos são importantes para a gestante, tanto para enfrentar a gravidez com mais conforto, como também para o momento do parto.

“Também é possível adaptar os movimentos de acordo com a fase da gestação em que a mulher se encontra e isso é muito importante para evitar complicações, garante Walkiria.

Com a ajuda da especialista, elencamos 5 benefícios do Pilates para quem quer ter uma gravidez tranquila. Confira:

1.Alivia dores: A expansão do útero devido ao crescimento do bebê faz com que o centro de gravidade das mulheres se altere. As alterações hormonais que também acontecem durante a gravidez levam à uma maior distensão da musculatura abdominal. E é justamente ela que ajuda a proteger a coluna e a mantê-la ereta. Resultado: dores nas costas. “O Pilates trabalha intensamente a musculatura do core e a postura, o que ajuda a aliviar as dores, especialmente na região da lombar.” Um estudo mostrou que o Pilates é um método efetivo, saudável e viável para reduzir as dores musculoesqueléticas, inclusive, durante o terceiro trimestre da gravidez.

2. Controle da respiração: Um dos focos do Pilates é o controle da respiração por meio da chamada respiração profunda, feita pelo diafragma. A prática regular ajuda a aumentar a oxigenação para o bebê e é fundamental para o momento do parto. Com o avançar da gravidez, especialmente no último trimestre, a respiração tende a ser mais curta e ofegante pois, ao crescer, o bebê pressiona o diafragma da mãe contra os pulmões. “O aprendizado da respiração profunda vai ajudar a mulher a não se sentir tão arfante no fim da gravidez.”

3. Fortalecimento do assoalho pélvico

O enfraquecimento da musculatura do assoalho pélvico, que ajuda a sustentar a bexiga, aliado à pressão que o bebê faz sobre ela, são as principais causas de incontinência urinária durante a gravidez. “Há muitos exercícios no Pilates que fortalecem esses músculos, reduzindo as chances de a mulher ter o incômodo durante e após a gravidez”, diz Walkiria.

4. Controle do peso

Como toda atividade física, o Pilates é essencial para a manutenção do peso, algo que costuma fugir ao controle de muitas mulheres durante esse período.

5. Relaxamento

As aulas de Pilates são um excelente momento para fugir das atribuições da vida, respirar, concentrar-se e relaxar. Como a execução dos exercícios exige foco – assim como na ioga -, a mente se volta para aquele momento, deixando os pensamentos ruins fora dali.

Apesar de todos os benefícios do Pilates, é importante que a mulher converse com o médico, pois em alguns casos há contraindicações.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square