top of page

4 lesões que podem ser causadas pelo uso de chinelos




O uso de chinelos em todas as ocasiões é um hábito comum no Brasil. Não é à toa que a marca Havaianas faz sucesso em vários países ao redor do mundo. Contudo, o uso de chinelos sem moderação pode causar diversos problemas musculoesqueléticos.


Além dos chinelos, tamancos e rasteirinhas também aumentam o risco de lesões. Com a entrada do verão e a chegada nas férias, é preciso ficar atento para prevenir problemas nos pés.


Com a ajuda da fisioterapeuta Walkíria Brunetti, fisioterapeuta especialista em Pilates, especialista em Dores Crônicas e Saúde Postural, elencamos os 5 principais problemas que podem ocorrer quando você abusa do uso de chinelos, rasteirinhas e tamancos.


1- Fascite Plantar

Um dos problemas dos chinelos e rasteirinhas é que esses calçados não oferecem suporte para o arco plantar, aquela curvinha que temos na sola do pé. Esses calçados deixam os pés planos, o que não é ideal.


Além disso, a pisada de quem caminha com sapatos sem solado impacta em uma pressão mais intensa no tecido plantar, que conecta os dedos dos pés ao calcanhar. Isso aumenta o risco de desenvolver a fascite plantar.


2- Tendinite


Em muitos casos, durante a caminha com chinelos ou sapatos similares, é preciso fazer um esforço para não “perder o calçado”. Esse esforço, normalmente, é feito com curvatura dos dedos dos pés.


Quando esse movimentos é feito por muito tempo, se torna um esforço repetitivo que pode causar um tendinite na região dos dedos dos pés, calcanhar, tornozelo e pernas. Além disso, dependendo do quanto a pessoa caminhou com esse calçado e em qual tipo de terreno ela pisou, podem surgir dores na coluna lombar e nos quadris.


3- Entorses


Nada mais comum que torcer o pé. Há vários fatores de risco para entorses, sendo um deles o uso de sapatos inadequados como chinelos e rasteiras. O problema é que esses calçados deixam a pisada instável e dificultam a recuperação do equilíbrio caso a pessoa tropece ou se desequilibre.


4- Fraturas


Quando usamos chinelos, precisamos dobrar mais os joelhos e os tornozelos. Isso causa uma distorção da caminhada que resulta num risco maior de tropeçar e cair. Esses acidentes podem causar fraturas e luxações. Outro risco é bater o pé em objetos, o que também pode causar uma fratura, por exemplo.


Uso consciente


No país das Havaianas, não tem como abandonar os chinelos. Mas é possível usá-los de forma consciente para prevenir lesões.


Veja algumas dicas


  • Reserve os chinelos para a piscina, a praia e caminhadas curtas em superfícies planas, como tomar um sorvete no calçadão da praia

  • Dentro de casa, prefira os chinelos ortopédicos que possuem sistema de amortecimento

  • Invista nos modelos de sandálias flatform. Esse tipo de solado tem uma altura boa e oferece mais estabilidade para os pés durante a caminhada

  • Não use chinelos ou qualquer sapato que não fique preso nos pés para conduzir automóveis, motos ou andar de bicicleta

  • Trilhas, corridas na praia, caminhadas e outros esportes típicos das férias devem ser feitos com tênis ou calçados fechados. Isso vai oferecer mais estabilidade para a pisada. Claro que também protege os pés de animais como cobras, aranhas etc.






Commentaires


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page