Condromalácia patelar: o que é? Quais as causas? Como tratar?




A condromalácia patelar se caracteriza pelo amolecimento seguido da fragmentação da cartilagem articular.


Isso ocorre como resultado de mudanças no mecanismo de extensão dos joelhos. Basicamente, a patela começa a deslizar lateralmente em vez de deslizar para cima e para baixo


Antes de tudo, é importante explicar que patela é nome médico que se dá, atualmente, para a rótula.


A patela é um dos ossos que formam a articulação dos joelhos. Esse osso possui duas importantes funções. A flexão e a extensão dos joelhos.


Vale ressaltar que a patela que previne o atrito da musculatura do joelho com o fêmur, por meio do movimento do deslize. Um bom exemplo é que podemos senti-la ir e voltar quando dobramos as pernas.


Quais as causas da condromalácia patelar?

Uma das principais causas da condromalácia patelar e dos problemas nos joelhos, em geral, é o excesso de peso.


Para se ter uma ideia, cada quilo a mais na balança representa uma sobrecarga de 8 kg para os joelhos.


Outras causas importantes são os esportes como corrida, treinos de crossfit, bem como atividades como pular corda, praticar ciclismo e qualquer movimento que exija muito dos joelhos.


Por que o peso extra é perigoso?

O sobrepeso e a obesidade alteram a biomecânica do joelho. Isso quer dizer que o peso extra pode alterar o escorregamento da patela.


Caso isso ocorra, haverá um atrito da cartilagem patelar com a cartilagem interna do fêmur. Com o tempo, instale-se um processo de degeneração articular.


Por que a condromalácia é mais prevalente nas mulheres?


As mulheres costumam ser mais afetadas que os homens devido à estrutura óssea do quadril feminino.


Quais os sintomas da condromalácia patelar?

Um sinal de alerta para a condromalácia patelar é a dor no joelho no momento de subir ou de descer escadas.

Ao mesmo tempo, dor ao levantar-se de assentos ou para agachar-se também é uma manifestação comum.


Como é o tratamento da condromalácia patelar?

Inicialmente, é por meio da fisioterapia. Todavia, as pessoas costumam chegar com muita dor. Assim, o primeiro passo é aplicar aparelhos para aliviar a dor e reduzir o processo inflamatório.


Logo depois, são iniciados exercícios para fortalecer os músculos responsáveis pelos movimentos dos joelhos.


O que poucas pessoas sabem, é que o tipo de pisada tem uma relação íntima com as dores nos joelhos. Dependendo de como a pessoa pisa, ela pode sobrecarregar os joelhos. Isso também altera a biomecânica da articulação.


Portanto, no processo terapêutico também é preciso corrigir a pisada. A correção da pisada é feita com alongamento da fáscia plantar, da parte da frente das coxas e da parte posterior do joelho.


Quais as outras formas de tratar a condromalácia patelar?

O tratamento também deve ter como foco a educação do paciente no sentido da mudança de hábitos, como perder o peso excedente e adotar posturas corretas para não prejudicar os joelhos.


O segredo para os atletas e para aqueles que praticam atividades físicas mais intensas, é o fortalecimento da musculatura dos membros inferiores.


Por que o tratamento precisa ser precoce?


Além da dor e da redução da capacidade funcional dos joelhos, a condromalácia não tratada pode evoluir para uma osteoartrose prematura.


Portanto, a pior consequência pode ser a necessidade de colocação de uma prótese no joelho. A doença também reduz a mobilidade e a independência de forma precoce.


Infelizmente, a lesão na cartilagem é definitiva. Por isso, é fundamental que quando a pessoa notar que o joelho dói nessas situações, procure um médico e, posteriormente, inicie um trabalho de fortalecimento músculos estabilizadores da patela.


Quem tem condromalácia patelar pode praticar atividades de alto impacto?


Para aqueles que já possuem diagnóstico de condromalácia, é importante fazer uma avaliação do risco benefício de realizar esportes que podem agravar o quadro, como as corridas e o crossfit.


Onde tratar a condromalácia patelar?

A condromalácia patelar pode ser tratada em São Paulo. A Clínica Walkíria Brunetti, localizada no Campo Belo, na zona sul de São Paulo, realiza o tratamento para essa condição.

Posts Em Destaque
Posts Recentes